sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Argentina adota programa de incentivo ao uso da bicicleta.


(Imagem:Sinelma Barcelos / www.sinelma.com.br)
Diversas cidades no mundo estão adotando sistemas de incentivo ao uso da bicicleta. Essa é uma alternativa eficiente para solucionar parte do trânsito caótico que assola as grandes cidades. Bueno Aires é mais uma das metrópoles que investiu nessa iniciativa.
A bicicleta é um meio de transporte não contaminante e livre de ruídos que não tem efeito negativo algum para a saúde dos cidadãos. Utilizar a bicicleta como rotina diária se converte em uma excelente atividade cardiovascular e um grande exercício físico para combater o sedentarismo.
Além disso, a bicicleta contribui de maneira muito eficaz para solucionar parte dos problemas de congestionamento facilitando a mobilidade. A bicicleta ocupa pouco espaço, fator que torna o trânsito mais rápido e mais fluido. Com ela, o tempo de viagens em distâncias curtas é menor em comparação a outros meios de transporte.
Essas foram as diretrizes para que o governo da cidade de Buenos Aires lançasse um Sistema de Transporte Público de Bicicletas, conhecido como “Mejor en Bici”. A intenção é fazer com que os moradores busquem uma bicicleta em uma estação mais próxima de suas casas e comecem a desfrutar deste meio de transporte rápido, ecológico e saudável. Além de beneficiar o meio ambiente, a iniciativa tem como objetivo promover o esporte.
Este sistema está sendo aplicado com grande êxito em mais de 200 capitais do mundo como Paris, Nova York, Barcelona e Bogotá, que estão adotando a bicicleta como uma aliada estratégica para aliviar os problemas de trânsito e para promover uma cidade com práticas sustentáveis.
Para fazer parte deste sistema, o usuário tem que se registrar em qualquer estação ou pré-registrar-se pelo site. Uma vez registrado, basta apresentar o documento de identidade e retirar sua bicicleta. O usuário poderá utilizá-la em um período de duas horas e então deve devolvê-la em qualquer estação.
O programa contempla a construção de uma rede de ciclovias protegidas e integradas. Em sua primeira fase, o projeto conta com quase 100 quilômetros de estradas destinadas aos ciclistas, que se unem aos principais centros de baldiação com universidades e edifícios públicos. Esta via prevê dar fácil acesso às universidades, reconhecendo que os universitários são uns dos principais beneficiários do programa.
O “Mejor en Bici” possui infra-estrutura de estacionamento para as bicicletas; sistema de aluguel de transporte público de bicicletas; promoção e educação para fomentar o câmbio cultural que implica introduzir a bicicleta como alternativa real e sustentável de transporte e um programa de responsabilidade social empresarial para fomentar o uso da bicicleta.
Além disso, estão disponibilizados no site vários cuidados e recomendações para os ciclistas, como usarem roupas coloridas e visíveis, respeitar os semáforos e usar capacete. Os cadastrados também recebem cupons de desconto na compra de acessórios e bicicletas ou serviços técnicos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário